Internet das coisas (IoT)

Todos os objetos da vida cotidiana conectados à internet, agindo de modo inteligente e sensorial.




Conhecida também por IoT (Internet of Things), consiste na ideia da fusão do “mundo real” com o “mundo digital”, fazendo com que o usuário possa estar em constante comunicação e interação, seja com outras pessoas ou objetos.
Eletrodomésticos, carros, wearables (dispositivos tecnológicos utilizados como roupa), chaves, mesas, espelhos e etc. São inúmeras as possibilidades de anexar a computação em coisas que pertençam ao nosso cotidiano.

A partir disso pode se dizer que o conceito de internet das coisas, uma das próximas revoluções tecnológicas que estão por vir. Percebemos que estamos colocando sensores inteligentes em praticamente tudo, sensores de estacionamento, térmico, dentre outros e, de repente, eles recebem o poder da ação e com isso a possibilidade de nos dar um feedback. Aparelhos antes inanimados agora podem te responder, podem interagir com você. No livro “Objetos Encantados”, de David Rose, o autor diz basicamente, que estamos voltando a um mundo de animismo, onde os objetos podem de fato agir, como se realmente tivessem consciência.

A realidade vista no desenho dos Jetsons, já não nos parece mais tão distante. Se pararmos para pensar nisso de uma maneira geral, notamos que o mundo irá se tornar inteligente e responsivo, conectado e com a chance de antecipar nossas necessidades.

Conheça a Fluid Objects: www.fluidobjects.com.br

Baixe nosso e-book e entenda por que sua empresa deve mudar para o mobile.

Veja também:  Mobile marketing enfrenta as empresas



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como adequar a empresa à implantação de software de gestão

Aplicativos corporativos personalizados: entenda o custo-benefício

Desenvolvi um software, e agora?